sábado, 18 de fevereiro de 2017

Guerreiro cansa mas nunca desiste

Às vezes, 
cansado da batalha, 
eu paro um pouquinho,
cuido dos ferimentos, 
das dores.
Retomo o fôlego.
Depois levanto.
E cheio de fé eu prossigo.
Pe. Fábio de Melo