terça-feira, 18 de agosto de 2015

Que solidão que nada, eu preciso é ser amada, eu preciso é ser feliz. Sandra se Sá

Que solidão que nada,
eu preciso é ser amada,
eu preciso é ser feliz.
Sandra se Sá