quarta-feira, 20 de maio de 2015

Eu não sou amargo. É que, as vezes, avida rouba a nossa doçura

Eu não sou amargo.
É que, as vezes, avida 
rouba a nossa doçura